sábado, 9 de abril de 2011

VONTADE DE DEUS!


Hoje, no intervalo da faculdade, assistia o noticiário que falava a respeito da tragédia que aconteceu no Rio pela manhã. Fiquei indignada com o acontecimento. Vidas perdidas em frações de segundos. Tão novos, tão cheios de sonhos, e de repente, tudo se torna vazio. Só ficara o desespero e o sofrimento nos corações dos familiares que não encontram respostas. Deparam-se com a ausência, a lágrima e a dor, que nada restitui, não trás de volta.
E então, naquele instante me veio a reflexão: ONDE ESTÁ DEUS NESSAS HORAS? Como pôde permitir que vidas de crianças inocentes fossem ceifadas de forma tão repugnante? Minutos depois, o mesmo coração que ousou a indagar, silenciou e encontrou resposta: DEUS NADA TEM A VER COM ISSO! E como eu poderia me esquecer?!
Irrito-me quando vejo alguém tentando consolar outra pessoa no meio de uma tragédia, dizendo que foi Deus quem quis assim, que a vontade Dele foi feita e etc... Tudo bem sei que a intenção é de tentar confortar o coração, mas é em vão! Colocar a culpa e a responsabilidade em Deus?! Vejamos, DEUS É AMOR! Eu prefiro acreditar que o Deus que eu creio é incapaz de desejar uma morte tão severa e cruel para aqueles que Ele mesmo criou. Que sentido teria isso gente? Não devemos confundir a vontade de Deus com a Permissão de Deus. Deus não quer o sofrimento, não quer a dor. Ele é a favor da VIDA, foi Ele quem a criou. Se nós, que somos humanos, em nossas fragilidades e misérias, ficamos indignados diante de tragédias como a de hoje, quanto mais Deus, que é o Criador da vida! Imagino que Ele deve chorar como a gente. Existe uma palavra na qual encontramos a resposta para essas tragédias: PECADO! Deus nos fez livres, temos o livre arbítrio para tomamos nossas decisões. A opção pelo mal ou pelo bem é feita por cada um de nós, e infelizmente inocentes são atingidos por nossas escolhas. É simples assim. Querer o bem é se esforçar para seguir o que é divino, e optar pelo mal é mergulhar de cabeça no pecado. O pecado tem conseqüências para a vida de quem peca, e para a vida de quem está ao redor de quem peca. Então, como cristãos, vamos entender o que é mais coerente para com a nossa fé: A morte dessas pessoas é fruto do pecado de outra. Deus não quer, mas permite por que respeita a liberdade da criatura.
E quer saber mais, acredito que esse seja um dos motivos pelos quais existe o ateísmo no mundo. Muita gente diz que o deus que a gente acredita, mata, destrói, desampara famílias. Dizem que nosso deus não faz justiça, não intervêm, é estático. E nós continuamos afirmando: FOI FEITA A VONTADE DE DEUS, e por via de conseqüência, propagamos a descrença. Que espécie de cristianismo estamos pregando?
Você conhece alguém que morreu de forma trágica? DEUS NÃO QUIS ASSIM! É dolorido saber disso, mas é preferível aceitarmos a dura realidade,do que nos conformamos com respostas prontas e confortáveis, que a princípio aliviam o nosso coração, mas entristece o coração de Deus.


Camila Almeida